• publicado em 31.01.2012
  • Espaço Empresarial e Airvo/Sindimob promovem reunião entre indústrias
  • As indústrias de confecções e estofados irão discutir e planejar a formação de uma mão-de-obra qualificada em Votuporanga
  • Os empresários do setor da indústria de Votuporanga participam nesta quarta-feira (1.º/02), às 8hs, de uma reunião no Espaço Empresarial “David Mendonça Pontes”. Será feito um levantamento das necessidades específicas de formação de mão-de-obra, e a partir destes dados, um planejamento será elaborado para a realização da qualificação.

    Na semana passada, o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Diogo Mendes Vicentini, apresentou o balanço das atividades do projeto durante 2011. Na oportunidade, também foi elaborado um plano de atuação para 2012. O gerente do Espaço Empresarial, Paulo Sérgio, espera que todos os empresários auxiliem no projeto: “Queremos, de fato, descobrir o que está faltando nas indústrias de confecções e estofados”. A presidente da Airvo/Sindimob (Associação Industrial da Região de Votuporanga/Sindicato das Indústrias do Mobiliário), Adelia Porto, que integra o Conselho Consultivo do Espaço Empresarial, estará presente.

    Os convidados serão recepcionados com um café da manhã. O Espaço Empresarial fica na Avenida Prestes Maia, n.º 1629, no bairro Estação.

     

    Espaço Empresarial

    A meta do Espaço Empresarial é capacitar profissionais para as demandas da região. A maior parte dos cursos é direcionada à indústria têxtil. A meta do ano passado era qualificar 150 pessoas; mais de 300 foram treinadas. Mais de 67% dos profissionais da primeira turma formada já está empregada.

     

    Emprego

    Segundo dados divulgados na semana passada pelo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do Ministério do Trabalho e Emprego, foram gerados 4.103 novos empregos com carteira assinada nos últimos três anos. A indústria está entre os setores que mais contrata, ocupando o terceiro lugar. Foram 255 novos empregos formais em 2011, e, na somatória dos últimos três anos, foram contratadas mais 1.162. No ranking ainda estão os setores do comércio, com 409 vagas, e serviços, com 461.