• publicado em 31.08.2011
  • Desemprego fica estável em julho
  • indica Dieese
  • Taxa manteve-se em 11% no mês em relação a junho.
    Rendimento médio real dos ocupados seguiu em queda.

    A taxa média de desemprego ficou em 11% em julho, mesmo resultado verificado em relação a junho nas sete regiões metropolitanas pesquisadas pelo Dieese em parceria com a Fundação Seeade. Segundo dados da Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED), divulgada nesta quarta-feira (31), a taxa de desocupação ficou praticamente estável em todas as regiões: Distrito Federal, Belo Horizonte, Fortaleza, Porto Alegre, Recife, Salvador e São Paulo.

    Região

    Taxa em julho (em %)

    São Paulo

    11,1

    Salvador

    15,6

    Recife

    13,7

    Porto Alegre

    8,0

    Fortaleza

    9,7

    Belo
    Horizonte

    7,6

    Distrito
    Federal

    12 4


    Fonte: Sead/Dieese

    Em julho, houve aumento de 14 mil pessoas no contingente total de desempregados. O nível ocupacional ficou em 0,3%.

     Na análise por setores, o nível de ocupação teve recuo somente em serviços, com queda de 0,3%. O comércio aumentou 1,2% seu contingente, assim como a indústria, que registrou alta de 1,2%. O nível em outros setores (que inclui serviços domésticos e outros ramos de atividade) cresceu 0,8% entre julho e o mês anterior e em construção civil, na mesma base de comparação, aumentou 0,5%.

    O rendimento médio real dos ocupados manteve-se em queda pelo oitavo mês consecutivo, ao recuar 0,5% na comparação com junho, para R$ 1.356.

    Fonte: G1