• publicado em 13.06.2011
  • Crédito ao consumidor
  • Desacelera em maio, indica ACSP
  • Indicador teve alta de 6,3% em maio deste ano.
    Entidade espera crescimento da inadimplência no segundo semestre.

    Desempenho do varejo neste ano segue positivo, embora com taxa de expansão menor do que a vista em 2010.

    O índice que avalia o crédito ao consumidor registrou desaceleração em maio deste ano, segundo pesquisa da Associação Comercial de São Paulo (ACSP).

    O Índice Nacional SCPC de Crédito ao Consumidor (INCC), elaborado com base no movimento de consultas dos mais aos SCPCs e SPCs de todas regiões do Brasil, atingiu a 131,6 em maio, com crescimento de 6,3% em relação a igual mês do ano passado, e 11,2% sobre abril último.

    De acordo com a ACSP, o índice aponta que continua positivo o desempenho do varejo neste ano, embora com taxa de expansão menor do que a observada em 2010.

    "A desaceleração da taxa de crescimento é explicada por diversos fatores, entre os quais se pode destacar o aumento da inflação, corroendo parcela maior da renda do consumidor; as medidas 'macroprudenciais' adotadas pelo Banco Central no final do ano passado, e as sucessivas elevações da taxa Selic, o aumento do IOF sobre operações financeiras promovido pelo Ministério da Fazenda, que encareceram o custo do crédito, e a menor expansão dos gastos públicos", diz, em nota, o economista-chefe da ACSP, Marcel Solimeo.

    Perspectivas
    Solimeo afirmou ainda que espera aumento da inadimplência na segunda metade do ano, "mas não explosivo", já que a principal causa do não pagamento dos débitos pelas pessoas físicas é o desemprego. "Como se espera que o mercado de trabalho continue forte no segundo semestre, esse fator não deverá ter forte impacto sobre a capacidade de solvência dos consumidores", afirmou o economista na nota.

    Fonte:G1