• publicado em 27.05.2011
  • Economia brasileira
  • Deve continuar em expansão, aponta Serasa
  • Indicador perspectiva econômica ficou estável em março frente a fevereiro.
    Crescimento entre 4,5% e 5% deve ser mantido nos próximos meses, diz.

    A economia brasileira deverá continuar em expansão nos próximos meses em ritmo próximo ao do crescimento potencial, algo entre 4,5% e 5% ao ano, aponta nesta sexta-feira (27) a Serasa Experian. Isso porque o indicador perspectiva econômica ficou estável em março de 2011 frente a fevereiro, mantendo o valor de 100,1.

    O indicador tem a propriedade de antever os movimentos cíclicos da atividade econômica com seis meses de antecedência. Patamares superior ao nível 100, apontam tendência de expansão.

    De acordo com a Serasa, o indicador sinaliza que os efeitos de medidas anti-inflacionárias adotas pelo governo ainda parecem ser limitados no que diz respeito a uma desaceleração da atividade econômica “mais significativa”.

    “Permanecem elevadas as chances de presenciarmos a continuidade da implementação de uma política monetária mais austera, por um tempo suficientemente prolongado, a qual se traduz em novas elevações da taxa básica de juros, não descartando a adoção de medidas complementares no âmbito monetário, creditício e/ou regulatório”, avalia a Serasa.

    Fonte: G1