• publicado em 13.05.2011
  • Inadimplência do consumidor
  • Deve continuar em alta, aponta Serasa
  • Indicador teve 8º avanço seguido em março, com alta de 1,4%.
    No caso das empresas, aumento foi de 1,7%, 4ª alta seguida.

    A inadimplência do consumidor, que está em crescimento, deverá permanecer nessa trajetória pelo menos até o início do quarto trimestre deste ano, estima a Serasa Experian nesta sexta-feira (13).

    A previsão é sinalizada pelo resultado do indicador de perspectiva da inadimplência do consumidor de março, que cresceu 1,4%, oitavo avanço mensal consecutivo, atingindo o nível de 99,3.

    “O maior grau de endividamento dos consumidores, a elevação da inflação, o encarecimento do crédito e as perspectivas de um crescimento mais brando da economia e do mercado de trabalho neste ano geram maiores dificuldades para as pessoas honrarem seus compromissos financeiros”, diz a Serasa, em nota.

    Empresas
    O indicador de perspectiva da inadimplência das empresas cresceu 1,7% em março, atingindo o patamar de 91,9, o quarto avanço mensal consecutivo.

    Para a Serasa, o resultado sinaliza que a inadimplência das empresas deverá sofrer ligeiras elevações, por conta do menor ritmo de crescimento da economia e com as condições de crédito menos favoráveis em 2011.

    “Os juros mais elevados e os prazos menos elásticos continuarão exercendo pressões sobre o custo financeiro das empresas”, observam os economistas da Serasa, em nota.

    Fonte: G1