• publicado em 27.04.2011
  • Indústria
  • Começa o ano em ritmo "moderado", avalia CNI
  • A indústria brasileira começou o ano em um ritmo "moderado", segundo avaliação da CNI (Confederação Nacional da Indústria).

    De acordo com a entidade, a produção do setor reduziu em janeiro e cresceu em fevereiro e março. Apesar disso, o crescimento da produção é considerado insuficiente para levar a atividade ao que a CNI considera como nível usual (50 pontos). Em março, a utilização da capacidade instalada registrou 47,4 pontos, correspondendo a 74% do total --um aumento de dois pontos percentuais na comparação com janeiro e fevereiro.

    Nos dois primeiros meses do ano, a capacidade instalada também ficou abaixo da usual para o mês (45,2 pontos em janeiro e 47 pontos em fevereiro).

    Em janeiro e fevereiro de 2010, o índice também ficou abaixo de 50. No entanto, em março, o indicador de utilização de capacidade instalada atingiu 54 pontos, o maior valor registrado em todo o ano passado.

    Apesar de em menor nível do que no início de 2010, as perspectivas da indústria para os próximos meses permanecem otimistas, principalmente em função do mercado interno, já que as expectativas de exportações voltaram a ficar pessimistas em abril.

    Fonte: Folha