• publicado em 11.04.2011
  • Indústria entrega relatório
  • Sobre inovação
  • A MEI apresentou propostas para aprimorar o Marco Legal da Inovação

    A Mobilização Empresarial pela Inovação (MEI) entregou na última sexta-feira (8 de abril) um relatório sobre inovação a empresários e autoridades econômicas nacionais na cidade de São Paulo. O estudo contém dez propostas que visam aprimorar o Marco Legal da Inovação, sendo que a maioria se trata de mudanças a serem feitas na Lei de Incentivo à Inovação (Lei do Bem, de 2005).

    O MEI, que é uma iniciativa da Confederação Nacional das Indústrias (CNI), promoveu discussões sobre o apoio à etapa pré-competitiva da inovação, considerada uma das fases mais caras e arriscadas por ser o processo que o produto deixa o laboratório e é direcionado ao mercado.

    Compareceram à reunião o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho, o presidente da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), do Ministério de Ciência e Tecnologia, Glauco Arbix, e o presidente da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), Maurício Borges.

    Entre as principais propostas apresentadas pelos industriais estão a ampliação da Lei do Bem – que atualmente contempla apenas empresas em regime de lucro real – e a redução do caráter cíclico das renuncias fiscais, que permite deduzir do Imposto de Renda o valor dos investimentos somente no ano em que ele é realizado.

    Fonte: Emobile