• publicado em 14.02.2011
  • Associados Airvo/Sindimob
  • Pertencem a diversos segmentos de produção
  • A Airvo/Sindimob possui cerca de 65 associados, onde a maioria deles compõe o setor moveleiro da região Noroeste Paulista, fazendo de Votuporanga um dos polos mais representativos desse setor juntamente Mirassol. Porém a instituição conta com indústrias que não pertencem ao setor dentre elas, a Carvan-Plast que recicla materiais, a Astrel que pertence ao campo da metalúrgica e a Porto Vieira que fabrica troféus de diversos materiais.

    A Porto Vieira Troféus está há 25 anos no mercado e prioriza a preservação do meio ambiente e dedica-se a causas sociais, uma vez que, “estamos fazendo o que achamos ser o correto para construirmos um mundo melhor, socialmente justo e ecologicamente correto”, diz Adelia Porto, diretora.

    Sua produção é direcionada para artigos como: troféus, medalhas, rosetas, placas de homenagem, bottons, brindes e outros. No início de sua trajetória a empresa fabricava brinquedos como caminhões de madeira, mas um mestre de Taekwondo que queria uma premiação diferente para seu evento transformou o passatempo em troféu. Após ouvi-lo atentamente, foram confeccionadas algumas amostras em madeira que causaram um grande encanto. Foi a primeira venda.

    Dessa forma a indústria deixou de lado os caminhões e adotou como produto os troféus. Segundo Adelia não dava para prosseguir com os dois produtos, pois necessitam de tecnologias diferentes, além disso, a intenção é continuar encantando seus compradores, assim como encantou o mestre de artes marciais, pois “criatividade é intuição em movimento”, ressalta.

    Outro empreendimento, que contribui desde 2004 para a preservação do meio ambiente é a Carvan-Plast, que recolhe em torno de 50 a 60 toneladas por mês de plástico para serem reciclados. A coleta ocorre por meio de caminhões e sucateiros que vendem o material recolhido para a empresa.

    De acordo com Douglas Gossn, diretor, o plástico é granulado e destinado para outros lugares que utilizam esse material processado. Componentes que vem misturados, por exemplo, papelão, vidro, alumínio que são separados e enviados para corporações que os utilizam.

    A Astrel possui o seguinte slogan “Uma empresa 100% nacional com tecnologia internacional”, uma vez que, é a única da região Noroeste Paulista que produz: maçaricos para corte de chapas a fogo, maçaricos para aquecimento de chapas a fogo, dispositivos para temperas de peças á fogo, bicos e capas de corte a fogo, entre outros conforme a necessidade do cliente.

    Rosimeire Francisco relatou que desde 1985 a companhia começou sua história na capital do estado, na cidade de São Paulo, mas devido à crise que se implantou no país na década de 90, com o governo de Fernando Collor de Melo, a Astrel mudou-se para o interior do estado, para a cidade de Nhandeara, tentando enfrentar a crise com menos custos.

    “O material utilizado como matéria-prima não é de fácil acesso porque são nobres como: cobre e latão, e a maior parte do cobre empregado é composto, onde só existe um fornecedor” conta Rosimeire.

    José Carlos de Melo, presidente da Airvo/Sindimob, diz que é muito gratificante ter diversos tipos de indústrias associadas e espera que outras também se afiliem, para que juntos tenhamos força e variedade de produtos, fortalecendo o polo e a entidade que os representa.

     

    Assessoria Airvo/Sindimob - Jéssica Santos