• publicado em 09.02.2011
  • Tendências do varejo: sustentabilidade
  • Ponto de venda precisa oferecer informações ao consumidor sobre consumo consciente

    Presente em várias discussões em diversos setores, a sustentabilidade é o tema desta quarta matéria da série "Tendências do varejo para a próxima década". Isso porque, de acordo com o livro produzido pela GS&MD – Gouvêa de Souza sobre a 100ª Convenção Anual da National Retail Federation (NRF), o varejo tem papel de grande importância na construção de uma cultura de consumo consciente.

    Aspectos como envolvimento com as comunidades, legislação, impacto ambiental, satisfação dos colaboradores, felicidade e índice de desenvolvimento tornam-se mais frequentes nas discussões sobre produtos, serviços, marcas e negócios. Assim, para que a sustentabilidade esteja realmente presente no dia a dia das pessoas, as empresas deverão exercer um papel educacional, para que o consumo seja estimulado, mas respeitando a individualidade e as limitações de recursos naturais.

    De acordo com um estudo feito pela GS&MD – Gouvêa de Souza em 17 países em parceria com a Ebeltoft Group, 63% dos consumidores entrevistados obtêm informações sobre consumo sustentável por meio da internet. O segundo meio mais citado foi a TV, com 52% de respostas seguida pelos jornais, com 47%. A loja aparece na sexta posição, com 24%, mostrando que há ainda um grande espaço a ser explorado pelo varejo.

    A pesquisa ainda apontou que para 75% dos entrevistados (81% no Brasil), não existe uma boa comunicação nos pontos de venda a respeito dos produtos sustentáveis e seus benefícios.

     

    Fonte: Emobile