• publicado em 19.01.2011
  • Elevação da Selic teria pouco impacto
  • Sobre juros do crédito, aponta Anefac
  • A esperada elevação da taxa básica de juros, a Selic, nesta quarta-feira terá pouco impacto nos juros das operações de crédito para consumidores e empresas, aponta a Anefac (Associação Nacional de Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade).

    'Em nossa opinião, o Banco Central vai elevar a taxa básica de juros em 0,50 ponto percentual [para 11,25% ao ano. Entretanto, seja qual for a elevação da Selic, haverá pouco impacto nas taxas de juros das operações de crédito", afirmou o vice-presidente da associação, Miguel José Ribeiro de Oliveira.

    De acordo com as simulações feitas pela Anefac, a taxa média das operações para os consumidores, atualmente em 6,79% ao mês, subiria apenas 0,06 ponto percentual (para 6,85%) no cenário de maior alta entre as previsões --0,75 p.p., para 11,5%.

    Entre as taxas para as pessoas físicas, os juros do cartão de crédito subiriam de 10,69% ao mês para 10,75% --com alta de 0,75 p.p. na Selic. Assim, a utilização do rotativo sobre o valor de R$ 1.000 por 30 dias passaria a custar R$ 107,50 de juros --contra R$ 106,90 anteriormente.

    No caso dos juros para empresas, a taxa média subiria de 3,80% para 3,86% ao mês, no mesmo cenário.

    Para Oliveira, porém, é possível que, mesmo após a elevação da Selic, os juros das operações de crédito não sejam elevados. "Isto é possível tendo em vista dois fatores: queda nos índices da inadimplência; e maior competição no sistema financeiro."

    Veja a evolução das taxas, nos três cenários:

    CRÉDITO AO CONSUMIDOR
    Taxa média atual: 6,79% ao mês
    Taxa após aumento de 0,25 p.p. na Selic: 6,81% ao mês
    Taxa após aumento de 0,50 p.p. na Selic: 6,83% ao mês
    Taxa após aumento de 0,75 p.p. na Selic: 6,85% ao mês

    Juros do comércio
    Taxa atual: 5,69% ao mês
    Taxa após aumento de 0,25 p.p. na Selic: 5,71% ao mês
    Taxa após aumento de 0,50 p.p. na Selic: 5,73% ao mês
    Taxa após aumento de 0,75 p.p. na Selic: 5,75% ao mês

    Cartão de crédito
    Taxa atual: 10,69% ao mês
    Taxa após aumento de 0,25 p.p. na Selic: 10,71% ao mês
    Taxa após aumento de 0,50 p.p. na Selic: 10,73% ao mês
    Taxa após aumento de 0,75 p.p. na Selic: 10,75% ao mês

    Cheque especial
    Taxa atual: 7,57% ao mês
    Taxa após aumento de 0,25 p.p. na Selic: 7,59% ao mês
    Taxa após aumento de 0,50 p.p. na Selic: 7,61% ao mês
    Taxa após aumento de 0,75 p.p. na Selic: 7,63% ao mês

    CDC bancos - Financiamentos de automóveis
    Taxa atual: 2,40% ao mês
    Taxa após aumento de 0,25 p.p. na Selic: 2,42% ao mês
    Taxa após aumento de 0,50 p.p. na Selic: 2,44% ao mês
    Taxa após aumento de 0,75 p.p. na Selic: 2,46% ao mês

    Empréstimo Pessoal bancos
    Taxa atual: 4,77% ao mês
    Taxa após aumento de 0,25 p.p. na Selic: 4,79% ao mês
    Taxa após aumento de 0,50 p.p. na Selic: 4,81% ao mês
    Taxa após aumento de 0,75 p.p. na Selic: 4,83% ao mês

    Empréstimo pessoal financeiras
    Taxa atual: 9,64% ao mês
    Taxa após aumento de 0,25 p.p. na Selic: 9,66% ao mês
    Taxa após aumento de 0,50 p.p. na Selic: 9,68% ao mês
    Taxa após aumento de 0,75 p.p. na Selic: 9,70% ao mês

    CRÉDITO PARA EMPRESAS
    Taxa média atual: 3,80% ao mês
    Taxa após aumento de 0,25 p.p. na Selic: 3,82% ao mês
    Taxa após aumento de 0,50 p.p. na Selic: 3,84% ao mês
    Taxa após aumento de 0,75 p.p. na Selic: 3,86% ao mês

    Capital de giro
    Taxa atual: 3,08%
    Taxa após aumento de 0,25 p.p. na Selic: 3,10% ao mês
    Taxa após aumento de 0,50 p.p. na Selic: 3,12% ao mês
    Taxa após aumento de 0,75 p.p. na Selic: 3,14% ao mês

    Desconto de duplicatas
    Taxa atual: 3,08% ao mês
    Taxa após aumento de 0,25 p.p. na Selic: 3,10% ao mês
    Taxa após aumento de 0,50 p.p. na Selic: 3,12% ao mês
    Taxa após aumento de 0,75 p.p. na Selic: 3,14% ao mês

    Conta Garantida
    Taxa atual: 5,23%
    Taxa após aumento de 0,25 p.p. na Selic: 5,25% ao mês
    Taxa após aumento de 0,50 p.p. na Selic: 5,27% ao mês
    Taxa após aumento de 0,75 p.p. na Selic: 5,29% ao mês

    Fonte: Folha