• publicado em 17.01.2011
  • Procura de crédito por empresas
  • Cresce 7,6% em 2010, mostra Serasa
  • Micro e pequenas empresas foram as que mais buscaram.
    Crescimento da atividade econômica contribuiu para resultado.

    A quantidade de empresas que buscaram crédito subiu 7,6% em 2010 em relação ao ano anterior. Na comparação mensal, com dezembro, foi registrada queda de 5,7% e, em relação ao mesmo período de 2009, a demanda avançou 11,7%. O levantamento é da Serasa Experian e foi divulgado nesta segunda-feira (17).

    Exerceram influência sobre o resultado o crescimento da atividade econômica e do mercado doméstico e a recuperação do mercado de crédito às empresas, que "puderam encontrar condições de prazo e de taxas de juros mais favoráveis do que as que prevaleceram em 2009", dizem os economistas da Serasa, por meio de nota.

    De acordo com a Serasa, as micro e pequenas empresas foram as principais responsáveis pelo crescimento da procura por crédito, com alta de 8,5%. "O fato de estas empresas terem o mercado doméstico como principal eixo dinâmico explica o bom resultado obtido em termos de procura por crédito."

    Quanto à procura por grandes empresas, foi registrada expansão de 8,2%. Já a demanda por empresas de médio porte teve recuo de 7,9%, "isto porque, muitas delas são empresas exportadoras, deparando-se com um mercado externo pouco dinâmico, e enfrentando a uma taxa real de câmbio relativamente valorizada".

    Por região


    A demanda por crédito subiu em todas as regiões do país, com destaque para o Nordeste, que teve alta de 10,7%, seguido por Centro-Oeste, 9,8%, Norte, com avanço de 8,2%, e Sudeste, com crescimento de 6,8%. As empresas da região Sul foram as que menos buscaram crédito em 2010, com incremento de 6,0%.

    As empresas do setor comercial foram as que mais procuraram crédito, com alta de 8,2%. Em seguida, aparecem as empresas de serviços, avanço de 7,6%, e o setor industrial, com aumento de 4,8%.

    Fonte: G1