• publicado em 17.12.2010
  • Pesquisa revela que classe C
  • É a que mais compra móveis
  • Pesquisa revela que classe C gastou R$ 17,9 bilhões e aumentou participação no consumo

    A pesquisa do instituto Data Popular a partir de informações do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostra que a classe C, chamada de "nova classe média", já é a principal consumidora de móveis e itens domésticos do país.

    O percentual de consumo subiu de 29,32%, em 2002 para 42,70% em 2010. A pesquisa ainda apurou que o consumo das classes A e B caiu de 54,77% para 37,46%. As classes D e E apresentaram um aumento em despesas. As duas classes cresceram de R$ 1,7 bilhões para R$ 8,3 o que elevou a participação de 15,91% para 19,85%.

    O crescimento em consumo foi mostrado em todas as classes o que representa aumento 3,93 vezes maior que os valores apresentados em 2002.

    Para o presidente da Associação de Indústrias de Móveis do Rio Grande do Sul (Movergs), Ivo Cansan, a ascensão da classe C abre oportunidades de novos negócios no setor moveleiro. "Se analisarmos os últimos anos principalmente com o advento da construção civil, os financiamentos a longo prazo e até mesmo a queda de juros, podemos perceber fatores importantes que impulsionaram o crescimento da classe C. É uma classe que busca por moradia e consequentemente o consumo de móveis" disse, Cansan.

    Fonte: Emobile