• publicado em 15.12.2010
  • Inadimplência do consumidor
  • Deve seguir em alta, diz Serasa
  • O índice de perspectiva da inadimplência dos consumidores brasileiros subiu pelo sexto mês consecutivo em outubro, para o patamar de 92,8 pontos, segundo divulgou a Serasa Experian nesta quarta-feira. O resultado indica que a inadimplência pode registrar mais elevações ainda no primeiro semestre de 2011, já que o indicador tenta prever o comportamento dos próximos seis meses.

    "As recentes medidas de aperto das condições de crédito anunciadas pelo Banco Central e as perspectivas de um novo ciclo de elevação da taxa básica de juros (taxa Selic) a partir de 2011 deverão, por um lado, dificultar o equilíbrio orçamentário dos consumidores, agora mais endividados e, por outro lado, proporcionar um avanço mais modesto da massa real de rendimentos, no médio prazo", afirmaram economistas da Serasa Experian em nota.

    Juntam-se a isto as dívidas tradicionais de fim de ano relativas às compras de Natal, despesas com viagens de férias, gastos sazonais como pagamento de IPVA e IPTU e aquisição de material escolar - despesas que costumam se acumular nos primeiros três meses do ano.

     

    Empresas

     

    Já para as empresas o movimento é contrário. Em outubro, o índice recuou pelo oitavo mês seguido, para 84,3 pontos. "A retomada de um ritmo de crescimento mais acelerado da economia brasileira, a partir do quarto trimestre de 2010, após a desaceleração observada durante o segundo e o terceiro trimestres deste ano, tem favorecido a geração de caixa das empresas. Este cenário deverá ainda prevalecer ao longo dos próximos meses, colaborando para a continuidade de recuos graduais dos níveis de inadimplemento das empresas", afirmam analistas da Serasa Experian.

    Fonte: Portal Terra