• publicado em 27.08.2010
  • Atividade industrial
  • Deve crescer mais de 10% este ano, projeta Fiesp
  • A atividade da indústria de transformação paulista cresceu 2,6% em julho em relação ao mês anterior, sem o ajuste sazonal, e 0,6% com ajuste, segundo o Indicador de Nível de Atividade (INA) divulgado pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). No acumulado do ano, o INA cresceu 12,7% e, nos últimos doze meses, 6,7%.

    A projeção dos setor para o encerramento do ano é de alta 11% e, para isso, “a indústria tem que crescer, na média, 1% ao mês a partir de agosto”, segundo Paulo Francini, diretor do Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos da Fiesp.

    De acordo com Francini, o bom desempenho industrial deve ser mantido porque tanto a renda quanto o crédito seguem em expansão. Ele informou que seis dos 17 setores pesquisados apresentaram crescimento: químicos, alimentos e bebidas, minerais, papel e celulose, máquinas e equipamentos eletroeletrônicos, e equipamentos para transporte aeronáutico e ferroviário.

     

    Agência Brasil