• publicado em 12.04.2010
  • Juro do cheque especial fica em 8,79%
  • A mesma taxa pelo quarto mês, divulgou Procon
  • A taxa média de juros cobrada pelos bancos no cheque especial ficou em 8,79% ao mês em abril, segundo pesquisa da Fundação Procon de São Paulo. Foi o quarto mês seguido em que a taxa se manteve nesse patamar.

    No caso do empréstimo pessoal, a taxa de juro também ficou estável em março, em 5,17% ao mês. É o sexto mês consecutivo em que o empréstimo pessoal apresenta a mesma taxa média. Houve redução, no entanto, na taxa de juros cobrada pelo Bradesco, que passou de 5,37% para 5,34% ao mês. Mas, em função do arredondamento das casas decimais, a taxa média ficou estável.

     

    Taxas de juros praticadas em março (ao mês)

    Bancos

    Empréstimo pessoal

    Cheque especial

    Banco do Brasil

    4,48%

    7,65%

    Bradesco

    5,34%

    8,24%

    Caixa Econômica Federal

    4,39%

    6,75%

    HSBC

    4,61%

    9,34%

    Itaú

    5,86%

    8,59%

    Nossa Caixa

    4,48%

    7,65%

    Real

    5,63%

    9,38%

    Safra

    5,40%

    12,30%

    Santander

    5,63%

    9,38%

    Unibanco

    5,86%

    8,59%

    Fonte: Procon-SP


    A pesquisa foi feita em dez instituições financeiras: Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, HSBC, Itaú, Nossa Caixa, Real, Safra, Santander e Unibanco. 

     “Neste mês observa-se que os bancos continuam em posição de cautela, aguardando os próximos passos da política monetária. A perspectiva de elevação da taxa básica tem reflexo sobre as taxas futuras, elevando o custo de captação dos bancos e, como consequência, o crédito ao consumidor", diz o Procon em nota.