• publicado em 08.01.2010
  • IPTU deve chegar dia 20 para o contribuinte
  • Este ano o IPTU teve um aumento de 0 a 5%, além de variações
  • IPTU

     

    Andressa Aoki – Jornal A Cidade

     

    O boleto de IPTU (Imposto Predial e Territorial) de Votuporanga deve chegar nas mãos dos contribuintes perto do dia 20. Segundo informações da Prefeitura, serão distribuídos mais de 40 mil boletos no município. Os documentos foram encaminhados para a gráfica e devem ficar prontos na próxima semana. Este ano, o IPTU teve um aumento de 0 a 5%, além de variações. No ano passado, a Prefeitura arrecadou R$ 9,5 milhões com o imposto. Com a correção, a arrecadação aumentará para R$ 11,5 milhões em média com relação a acréscimo de construção e loteamentos novos. O município possui mais de 35 mil construções e 7 mil terrenos. O diagnóstico da Prefeitura aponta que a quantidade de casas populares predomina: são, ao todo, 19.500. Destaque também para os novos loteamentos que chegam a 1118 lotes, o que incrementa a receita do IPTU. São eles: 300 lotes de Jardim Residencial Vilar; 480 correspondentes ao Jardim Universitário; 217 no Jardim Portal dos Lagos e 121 da Vila Recanto das Águas. Os bairros Centro, San Remo e Marão são os bairros mais caros para se morar em Votuporanga. Primeiro devido à localização, que faz com que o IPTU seja mais caro; segundo porque estão em locais estratégicos e possuem residências de alto padrão. Já os residenciais fechados, como Villagio San Remo e Athenas também foram apontados como de alto padrão, por isso são áreas caras. Quando se trata de bairro mais barato, Jardim das Paineiras I e II são os que lideram a lista. Neste ano, serão beneficiadas 3760 famílias com a isenção do imposto. Os critérios são: imóvel deve ter o valor de no máximo R$ 18.500 (antes era R$ 15 mil), além de ser a única residência da pessoa. Os doentes, deficientes físicos permnantes e os aposentados que recebem um salário mínimo e possui uma única casa continuam sem pagar o imposto. Os contribuintes do imposto também terão direito a redução de 5% em razão de pagamento integral da cota única, que deverá ser feito antecipadamente ou rigorosamente até o vencimento. Não será oferecida redução para quitação que não corresponda à integral do IPTU 2010. A tabela do imposto da planta genérica de valores é alterada para atualização dos valores venais baseada nas melhorias introduzidas nos bairros da cidade como também nas pesquisas do mercado no ramo imobiliário, como ainda, para a inserção de novos loteamentos sujeitos à legislação tributária. Esse cálculo é feito obedecendo a dois critérios: o padrão construtivo do imóvel, classificado em precário, popular, médio, fino e luxo; e as melhorias efetuadas, como por exemplo a pavimentação asfáltica.