• publicado em 21.12.2009
  • Empresa da Incubadora de Votuporanga recebe primeira parcela do Prime
  • A empresária Ana Carolina Zolyoni Rodrigues da “Bravo Bureau Modelagens” uma das selecionadas pela FINEP (Financiadora de Estudos e Projetos)
  • Por Monaliza Pelicioni

    A diretora da “Bravo Bureau Modelagens” residente da Incubadora de Empresas de Votuporanga, um projeto do Sebrae em parceria com a Prefeitura Municipal e Airvo - Associação Industrial da Região de Votuporanga, Ana Carolina Zolyoni Rodrigues, recebeu no último dia 11 de dezembro,  R$ 60 mil referente a primeira parcela de Subvenção Econômica à Inovação – Programa PRIME (Primeira Empresa Inovadora). A segunda virá em maio de 2010, após avaliação do relatório de atividades das selecionadas. Os R$ 120 mil serão repassados em forma de subvenção econômicas não reembolsáveis. Esses recursos poderão ser utilizados para contratação de técnicos, administradores e consultores.

    O Prime é uma iniciativa do Ministério de Ciência e Tecnologia e por meio do FINEP tem como objetivo apoiar o desenvolvimento de até 1.900 empresas inovadoras no país, proporcionando um grande impulso às inovações de produtos e serviços nacionais, criando condições financeiras favoráveis para que elas possam enfrentar com sucesso os principais desafios de seus estágios iniciais de crescimento. O que contribui para a criação de empregos qualificados e geração de renda.

    Na primeira seleção foram apresentadas as propostas de cada empresa e analisado o grau de inovação do serviço, as vantagens competitivas do projeto, consistência e viabilidade da proposta. O empreendedor aprovado na 1ª fase passou por um treinamento, com a finalidade de oferecer um programa de capacitação para auxiliar o empresário no aperfeiçoamento do plano de negócios.

    Eduardo Costa, diretor de Inovação da agência FINEP disse que até 2011, o Prime deverá contemplar cerca de 5 mil empresas com grande potencial de crescimento e que apostem no diferencial inovador como estratégia de competitividade.

    A “Bravo Bureau” foi à única empresa contemplada da nossa região. Em São Paulo, 238 empresas receberam o benefício destas 25% são incubadas. No Brasil, foram cerca de 1.800 projetos contemplados. A empresa desenvolve moldes e serviços para empresas de confecções utilizando a NBR 13-377, “Norma de padronização de tamanhos para o vestuário brasileiro”.

    Segundo o gerente da Incubadora de Votuporanga, “A seleção do projeto da Ana Carolina, foi à prova de que temos em nossa cidade, potencial de profissionais talentosos voltados para a inovação e criatividade, e estamos descobrindo e apoiando esses talentos, por meio do trabalho que vem se desenvolvendo na incubadora”, disse.

    O prefeito de Votuporanga, Junior Marão, ressaltou o compromisso da Incubadora de Empresas de Votuporanga em apoiar a criação e o desenvolvimento de micro e pequenos empreendimentos. “O resultado apresentado tem sido bastante satisfatório e o prêmio Prime obtido pelo Bravo Bureau de Modelagens neste ano de 2009 é motivo de orgulho para os parceiros Prefeitura, Airvo e Sebrae, além de mostrar que os objetivos estão sendo alcançados. Votuporanga foi destaque em todo o estado e região em virtude da premiação do Bravo Bureau Modelagens da empresária Ana Carolina Zolyoni Rodrigues, a quem cumprimento com entusiasmo e reconhecimento,” disse.

    No último dia 11 de dezembro, Ana Carolina participou no Centro de Convenções Ribeirão Preto da entrega da 2ª via do contrato assinado. O documento foi assinado em Brasília e é um protocolo de intenções onde 18 incubadoras assumem o compromisso de atuar como agentes financeiros da FINEP. Elas foram selecionadas segundo critérios de credibilidade e capacidade comprovadas de atuação no apoio a empreendimentos inovadores nascentes.

    O evento teve como objetivo marcar o início das atividades do PRIME. Na oportunidade, a FIPASE em parceria com o SEBRAE promoveu o Seminário de Empreendedorismo, Incubadoras e APLs (Arranjo Produtivo Local de Móveis).

    Proposta

    A Bravo Bureau apresentou como proposta; desenvolver moldes e serviços para empresas de confecções utilizando a NBR 13-377, e por meio de desenhos elaborados pela designer Ana Carolina Zolyoni Rodrigues, utilizando a técnica de modelagem tridimensional (moulage). Posteriormente estes  modelos são digitalizados, graduados, padronizados e plotados.

    De acordo com a designer, o benefício para as empresas que se utilizarem do serviço a ser oferecido, é a aquisição de um produto adequado a padronização de tamanhos do vestuário. Este processo é apontado como parte problemática na linha de produção, e a NBR 13-377 oferece apenas parâmetros e não as soluções para o desenvolvimento das modelagens, o que requer ainda mais a necessidade de profissionais especializados.

    Para Ana Carolina, “Estar adequado é agregar qualidade e confiabilidade no mercado nacional, propiciar condições de atuar no mercado externo. A Bravo Bureau não trabalhará somente com a padronização brasileira e sim de outros países”, comentou.

    A empresária afirma que participar do programa foi um desafio, pois exigiu um grande conhecimento de gestão empresarial aplicado no plano de negócios. “Para vencer todas as etapas tive o suporte da equipe da Incubadora de Empresas de Votuporanga”, finalizou.