• publicado em 16.11.2009
  • Encomex estimula exportação
  • Micro e pequenas empresas do Brasil responderam por apenas US$ 1,1 bi
  • encomex

     

    Diário da região

     

    As micro e pequenas empresas do Brasil responderam por apenas US$ 1,1 bilhão, cerca de 1%, das exportações brasileiras em 2008. Para ajudar a incrementar as exportações regionais e permitir uma maior participação desse segmento no comércio internacional que Rio Preto vai sediar, de 1º a 3 de dezembro, o Encontro de Comércio Exterior (Encomex), do Ministério do Desenvolvimento, da Indústria e Comércio Exterior (MDIC), e ensinar ao empresariado o caminho da exportação.

    De acordo com o secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico e Negócios de Turismo. Carlos de Arnaldo Silva Filho, Rio Preto sediou o Encomex em 2002 e, desde então, o encontro mudou de formato. Ele estima que o encontro vai receber este ano empresários de 200 municípios da região. Segundo o analista da Secretaria de Comércio Exterior(Secex), Henrique Sachetim, Rio Preto é a única cidade do interior que vai receber o Encomex. “Todas as outras, Goiânia, Belém, Vitória, São Paulo e João Pessoa (de 16 a 18 de dezembro) são capitais. Rio Preto é a única cidade que, pelo potencial que apresentou e pelo que pode apresentar, a sediar o mais importante evento de exportação do governo federal.”

    Para Carlos de Arnaldo, o Encomex vai propiciar e trazer ao empresariado local ferramentas sobre financiamento, logística, tributação, legislação e benefícios decorrentes da exportação. Os empresários também vão ter contato direto com técnicos do MDIC e dos parceiros Ministério da Agricultura, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Correios, Sebrae e Apex. Carlos de Arnaldo lembrou que Rio Preto mantém elevado número de micro e pequenas empresas e é a única cidade no Brasil que conta com 13 minidistritos industriais. “Vamos ter uma palestra voltada para este setor: ‘Internacionalização das Micro e Pequenas Empresas’. Outro tema que vai ser abordado é a formação de cooperativas com objetivo de exportar: ‘Se o pequeno sozinho não consegue exportar, ele pode formar uma cooperativa para ter ganho maior em tributos, logística e para reduzir custos’.”

    O secretário afirmou que existe uma nova legislação que possibilita que o micro e pequeno empresário que produzir para uma empresa exportadora também obtenha isenção tributária. Sachetim afirmou que a lista de empresas da região inscritas no Encomex e que estejam interessadas em exportar vai ser apresentada a 400 comerciais exportadoras (traders) cadastradas no MDIC, criando a possibilidade de contatos para fechamento de negócios.

    O analista explicou que a intenção da Secex é fazer com que as empresas da região atuem diretamente no mercado exterior, mas que, numa primeira experiência, a utilização de uma trader pode ser conveniente.

     


    Serviço
    Encomex – Encontro de Comércio Exterior
    Data:
    2 e 3/12/09
    Horário: 9h
    Local: Ipê Park Hotel, rodovia Washington Luís, Km 428

    www.encomex.mdic.gov.br