• publicado em 26.02.2018
  • Segurança e Saúde do Trabalho e DP
  • Airvo/Sindimob encerram curso
  • Nos últimos cinco meses, funcionários de diversas empresas associadas à Airvo (Associação Industrial da Região de Votuporanga) e ao Sindimob (Sindicato das Indústrias do Mobiliário de Votuporanga) participaram do curso "Interpretação em Recursos Humanos e Saúde e Segurança do Trabalho".

     

    O curso foi promovido gratuitamente pela Airvo e o Sindimob para seus associados e foi direcionado para profissionais das áreas de recursos humanos, departamento pessoal, técnico de segurança do trabalho e pessoas que queriam se aperfeiçoar na área, cujo objetivo foi orientar os participantes sobre as normas de saúde e segurança do trabalho e departamento pessoal de forma sistêmica.

     

    Durante o treinamento foram abordados tópicos como: conceito do direito e suas divisões; fontes do direito do trabalho; empregado X empregador; tipos de contratos de trabalho; cálculos trabalhistas, admissão e demissão, interpretação das normas regulamentadoras (NR 4, 7, 9 e 15), a importância dos laudos da medicina do trabalho, do Programa de Controle Médico e Saúde Ocupacional (PCMSO) e da utilização correta dos equipamentos de proteção individual (EPI), entre outras.

     

    Para os participantes, o curso foi de extrema importância para o crescimento pessoal e profissional dos funcionários dentro das empresas, uma vez que abordou temas do dia a dia, orientando e tirando as dúvidas pertinentes. “Muito obrigada a Airvo, ao Sindimob e ao Emerson Santiago (docente) por compartilhar seu conhecimento conosco. Curso maravilhoso tanto para o crescimento pessoal quanto profissional!”, elogiou Luciana Cruz, uma das participantes.

     

    De acordo com o presidente da Airvo/Sindimob, Agnaldo Giolo, as entidades estão sempre em busca de oferecer serviços de qualidade para seu associado, “como foi a realização deste curso, que fizemos totalmente gratuito aos nossos associados, oferecendo opções de qualidade para seus funcionários”, enfatizou Giolo.