• publicado em 18.02.2014
  • Votuporanga terá Usina Fotovoltaica
  • Votuporanga terá maior usina de energia fotovoltaica do Brasil
  • Serão investidos cerca de R$ 32,5 milhões; usina poderá produzir 11.000 MW/H por ano, o que poderia abastecer 4,5 mil residências

    Uma parceria entre a Prefeitura de Votuporanga, o Governo do Estado de São Paulo, a SG Par / North Shopping e a Solatio Energia está viabilizando a instalação da maior usina de energia solar fotovoltaica do Brasil no município. Recentemente, em audiência com o secretário de Estado de Energia, José Aníbal, as partes fecharam o acordo e assinaram um termo de compromisso que garante o empreendimento.

    O acordo prevê que o Governo do Estado isente o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) da produção de energia solar – tornando o preço de mercado competitivo –, que Prefeitura viabilize uma área de 14 hectares; a Solatio Energia desenvolva o projeto e viabilize o empreendimento, enquanto a SG Par garante a compra de energia de fonte renovável para abastecer o North Shopping Votuporanga.

    “Estamos a alguns anos trabalhando para viabilizar esse projeto e, enfim, conseguimos, graças a essa parceria de ‘quatro mãos’. É um momento extremamente oportuno, já que o Brasil enfrenta dificuldades com a produção de energia. É preciso que os governos incentivem energias alternativas, como é o caso da solar, e aumente a produção, como o Governo do Estado fez neste caso. É uma energia limpa, de fonte renovável, que não agride o meio ambiente”, afirma o prefeito Junior Marão.

    A audiência contou com a participação do prefeito Junior Marão, do deputado estadual Carlão Pignatari, do empresário Sérgio Gomes, da SGPar, do subsecretário de Energias Renováveis Milton Flávio e de diretores da Solatio Energia. No próximo mês, um novo encontro deverá ser agendado, desta vez com o governador Geraldo Alckmin, no Palácio dos Bandeirantes, para a assinatura oficial do acordo.

    Ao todo devem ser investidos cerca de R$ 32,5 milhões. A usina, de 6,5 megawatts de potência, poderá produzir 11.000 MWh/ano, o que poderia abastecer 4,5 mil casas residências, segundo a média nacional. Ao passar a utilizar a energia solar, o North Shopping Votuporanga deixará de gerar 3 mil toneladas de CO2 por ano, o que equivale a plantar 18.000 árvores por ano ou remover cerca de 550 veículos das ruas.

    “Com certeza é uma conquista muito grande, pois coloca Votuporanga como referência, não só regional, como também para todo o Estado. Além disso, a produção de energia irá interferir positivamente no índice de participação do ICMS. Com isso, teremos mais recursos para investir em melhorias para nossa população” explica Marão.

    De acordo com informações dos diretores da Solatio Energia, a iniciativa da SGPar/North Shopping de utilizar energia solar, que é fonte renovável inesgotável, é exemplo a ser seguido por outras empresas do Brasil. Além disso, com o incentivo do Governo do Estado, a energia tem um custo 20% menor que o da concessionária.

    Solar

    Assim como a eólica e a do mar, a energia solar se caracteriza como inesgotável e é considerada uma alternativa energética muito promissora para enfrentar os desafios da expansão da oferta de energia com menor impacto ambiental. No caso de Votuporanga, a usina será fotovoltaica, processo de aproveitamento da energia solar para conversão direta em energia elétrica, utilizando os painéis fotovoltaicos e a energia térmica.

    Conforme dados do Instituto Vitae Civilis, o Brasil, por sua localização e extensão territorial, recebe energia solar da ordem de 1013 MWh anuais, o que corresponde a cerca de 50 mil vezes o seu consumo anual de eletricidade. Apesar disso, possui poucos equipamentos de conversão de energia solar em outros tipos de energia.