• publicado em 27.12.2012
  • Boletim Abimóvel
  • Reintegra para Móveis é Prorrogado
  • BOLETIM ABIMÓVEL

     Brasília, 20 de dezembro de 2012.

    REINTEGRA PARA MÓVEIS É PRORROGADO

    Atendendo diversas solicitações do setor produtivo moveleiro, principalmente as empresas exportadoras o Ministério da Fazenda incluiu no pacote das medidas anunciadas nesta quarta feira (19) a prorrogação do REINTEGRA.

    O Reintegra, anunciado no começo de agosto com validade até o fim do ano, foi prorrogado e valerá até dezembro de 2013, anunciou o ministro da Fazenda, Guido Mantega. O regime prevê a desoneração de resíduos de tributos indiretos (Cide, IOF, PIS, COFINS) sobre os produtos industrializados brasileiros exportados. O Governo Federal estima uma renúncia fiscal com a medida, ou seja, o que o governo deixará de arrecadar, será de R$ 1,22 bilhão em 2013.

    Segundo José Luiz Diaz Fernandez, presidente da Abimóvel, "o Reintegra foi uma das "principais medidas" do Plano Brasil Maior". A prorrogação do Reintegra era um dos pedidos do setor industrial.

    O objetivo da medida é dar competitividade para as exportações de produtos industrializados brasileiros em meio à crise financeira. Estados como Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná e São Paulo, notadamente tradicionais exportadores, serão beneficiados com a extensão desta desoneração tributária.

    Daniel Lutz, presidente eleito da Abimóvel, comemorou a medida que "veio em boa hora, pois nosso parque exportador estava ansioso pela revogação do REINTEGRA. Certamente continuaremos a investir mais para atender as demandas de móveis brasileiros ao exterior".

    Além da prorrogação do Reintegra, o ministro também anunciou nesta quarta-feira a manutenção da isenção do IPI incidente sobre os móveis brasileiros. Portanto, mais uma conquista da nossa entidade que beneficiará não só todas as empresas produtoras como toda a cadeia produtiva de móveis, além do comércio atacadista e varejista de móveis. O IPI permanecerá em janeiro com alíquota zero, passando para 2,5% entre fevereiro e junho de 2013.

    José Luiz Diaz Fernandez – Presidente da Abimóvel