• publicado em 31.05.2012
  • Paulo Skaf no Roda Viva
  • No programa da TV Cultura ele comenta os desafios do desenvolvimento
  • Para falar sobre os desafios do desenvolvimento brasileiro em um cenário de crise internacional, entre outros assuntos, o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, foi o convidado do programa de entrevistas Roda Viva, da TV Cultura, exibido ao vivo na noite de segunda-feira (29/05).
    Paulo Skaf analisou como positivas, mas pontuais, as medidas mais recentes da política econômica do governo e reforçou que o Brasil precisa recuperar a competitividade. “As fábricas têm competitividade da porta para dentro, têm equipamentos modernos, mas o problema conjuntural é que prejudica a indústria”.

    O presidente comentou ainda dados sobre a atuação das entidades que preside – inclusive o Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp), Serviço Social da Indústria (Sesi-SP) e Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai-SP).
    Skaf foi entrevistado por Vera Magalhães, editora da coluna Painel do jornal Folha de S.Paulo; Sonia Racy, colunista do jornal O Estado de S. Paulo; Miguel Jorge, ex-ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior; Guilherme Barros, colunista da revista IstoÉ; e Pedro Cafardo, diretor-executivo do jornal Valor Econômico. Também participou do programa cartunista Chico Caruso. O Roda Viva é apresentado pelo jornalista Mario Sergio Conti.
    Leia alguns dos principais trechos da entrevista: http://www.fiesp.com.br/agencianoticias/2012/05/29/paulo_skaf_roda_vida_brasil_perdeu_sua_competitivi.ntc

    Juros, dólar e câmbio
    “No momento atual dos juros, há uma tendência de queda por parte do governo não só na taxa básica, mas também pressionando o sistema financeiro a abaixar os spreads bancários, o que é positivo. A mudança nas regras da poupança também sinalizou a intenção de continuar reduzindo juros. Na questão dos juros isso é positivo, mas ainda longe de achar que tanto a taxa básica, de 9%, como os spreads bancários, de 25% a 30%, estão adequados”.

    Competitividade
    “O Brasil perdeu sua competitividade. Produzir no Brasil hoje é mais caro do que produzir nos Estados Unidos, Itália ou Argentina, e devemos nos concentrar nisso. As fábricas têm competitividade da porta para dentro, têm equipamentos modernos, mas o problema conjuntural é que afeta a indústria. Se trouxermos a indústria estrangeira mais moderna para o Brasil, ela perderá sua competitividade por causa dos juros ainda elevados e pelo câmbio defasado, além do preço da energia elétrica, que é uma das mais caras do mundo. Em 1985, a indústria de transformação era responsável por 27% do PIB, e hoje representa apenas 14%, apesar de pagar 37% dos impostos. Isso é desindustrialização”.

    Comércio exterior
    “O que interessa ao nosso país é exportar manufaturas. Nosso maior cliente de manufaturados é a Argentina, que comprou do Brasil US$ 23 bilhões em 2011. A Europa toda não chega a comprar US$ 20 bilhões, enquanto os Estados Unidos compram US$ 17 bilhões. A Argentina é o melhor cliente do Brasil, mas passa por dificuldades. Desde 2005 há superávit comercial do Brasil com o país vizinho, mas é preciso um equilíbrio na balança comercial com a Argentina. Precisamos comprar mais dela”.

    Educação
    “Somados, Sesi e Senai do Estado de São Paulo têm um milhão de alunos, e temos feito investimentos históricos nas entidades. Em cinco anos, mais do que dobramos o total de áreas construídas em escolas. Implantamos ensino fundamental em tempo integral, ensino médio regular e articulado com o ensino do Senai-SP, além de faculdades de tecnologia do Senai-SP. Neste período de meia década adquirimos um milhão de toneladas de equipamentos, temos verdadeiros centros de inovação tecnológica em nossas escolas. No esporte, temos 16 equipes em modalidades de esporte de rendimento. E se há uma contribuição de que a indústria paga com prazer, é a do Sesi-SP e do Senai-SP, ao reconhecimento do bom trabalho realizado e dos resultados obtidos nestas instituições”.