• publicado em 28.03.2012
  • Começam atos em defesa da indústria
  • Sul do país recebeu o movimento Grito de Alerta
  • A série de cinco manifestações públicas promovidas por cerca de 30 entidades – entre associações e federações das indústrias, centrais sindicais e uniões estudantis – teve início nesta semana pelo Sul do País. Na segunda-feira, dia 26, o ato ocupou as ruas do Centro de Porto Alegre. Nesta quarta, dia 28, a mobilização ocorre em Florianópolis – a concentração é às 15 horas, em frente à Assembleia Legislativa de Santa Catarina.

    O movimento – denominado "Grito de Alerta em Defesa da Produção e do Emprego"- é encabeçado pela Associação Brasileira da Indústria de Máquinas (Abimaq). De acordo com o presidente da entidade, as manifestações pedem políticas de defesa e estímulo à industria nacional. "É um movimento que reúne entidades empresariais e todas as centrais sindicais, além dos estudantes", ressalta Luiz Aubert Neto.

    Do ato em Porto Alegre, lideraram a marcha pelas ruas da cidade, junto com Aubert Neto, o presidente da Força Sindical, Paulo Pereira da Silva (o Paulinho da Força) e o presidente da Central Geral dos Trabalhadores do Brasil (CGTB), Ubiraci Dantas de Oliveira (o Bira), além de dirigentes da Central Única dos Trabalhadores (CUT) e da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB). Um grupo foi recebido pelo governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro. Fonte: Divulgação Abimaq